Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Grande Prémio de Conto CCB’ Category

 

O livro “Monstruosidades do Tempo do Infortúnio”, de José Viale Moutinho, venceu por unanimidade o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, instituído pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e pela Associação Portuguesa de Escritores (APE). A entrega do galardão irá decorrer em novembro, durante a Semana do Conto, organizada pela Casa de Camilo em colaboração com as escolas do concelho.

 

O júri considerou que “estes contos de José Viale Moutinho, servidos por uma ironia mordaz numa prosa exigente e sadia, transportam a estranheza e o absurdo de situações resgatadas a tempos e atmosferas distantes, para outras ‘monstruosidades’ destes novos ‘tempos do infortúnio’”.

A atribuição do prémio a José Viale Moutinho, que o conquista pela segunda vez, foi decidida por unanimidade no dia 24 de setembro, em reunião do júri, composto por Fernando Batista, José Manuel de Vasconcelos e Paula Mendes Coelho.

O Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, instituído em 1991, destina-se a galardoar anualmente uma obra em língua portuguesa de um autor português ou de país africano de expressão portuguesa, publicada em livro, 1.ª edição, no decurso do ano de 2018. O valor monetário deste Grande Prémio é de 7.500 euros para o autor distinguido.

José Viale Moutinho nasceu no Funchal, em 1945, e estreou-se na literatura em 1968 com a novela “Natureza Morta Iluminada”. Jornalista e escritor, tem atualmente várias obras editadas, algumas delas traduzidas nas mais diversas línguas, como o russo, búlgaro, castelhano, alemão, italiano, catalão, asturiano e galego.

Foi diretor da APE, da Sociedade Portuguesa de Antropologia e Etnologia, do Círculo de Cultura Teatral e presidente da Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto, sendo ainda sócio do Pen Clube Português, da Academia de Letras de Campos de Jordão (Brasil) e membro honorário da Real Academia Galega.

Ficcionista e poeta, José Viale Moutinho é autor de cerca de meia centena de livros para crianças, bem como de trabalhos nas áreas de investigação de Literatura Popular, da Guerra Civil de Espanha e da deportação espanhola nos campos de concentração nazis, bem como de estudos sobre Camilo e Trindade Coelho.

 

 

Read Full Post »

José Viale Moutinho foi o vencedor com a obra “Monstruosidades do tempo do infortúnio”.

Read Full Post »

GRANDE PRÉMIO DE CONTO “CAMILO CASTELO BRANCO” C. M. DE VILA NOVA DE FAMALICÃO/APE

O Grande Prémio de Conto “Camilo Castelo Branco”, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores (APE) e patrocinado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, destina-se a galardoar anualmente uma obra em português, de autor português ou de país africano de expressão portuguesa, publicada em livro em 1.ª edição no ano de 2018.

Prazo limite de entrega das obras: 29 de Julho 2019.

Consulte o regulamento em:

http://www.apescritores.pt/Regulamento_de_conto_2018.pdf

Read Full Post »

A cerimónia de entrega do prémio é no dia 5 de novembro, segunda-feira, às 18h00, na Escola Secundária Camilo Castelo Branco.

 

Read Full Post »

Entrega do Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco – Associação Portuguesa de Escritores / Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão (Edição 2016), a Teolinda Gersão.

 

Read Full Post »

Read Full Post »


M EM B R O  H O N O R Á R I O  D A  O R D EM  D O  I N F A N T E D . H E N R I Q U E 

M EM B R O  H O N O R Á R I O  D A  O R D EM  D A  L I B E R D A D E


COMUNICADO DE IMPRENSA

TERESA VEIGA VENCE O

GRANDE PRÉMIO DE CONTO “CAMILO CASTELO BRANCO”

APE/C.M. DE VILA NOVA DE FAMALICÃO

Um júri constituído por Daniel Jonas, Isabel Cristina Mateus e Maria Carlos Loureiro, reunido na Sede da APE, decidiu por unanimidade, atribuir o prémio ao livro “Gente Melancolicamente Louca“, de Teresa Veiga
(Tinta-da-China).

O júri sublinhou:

Pela elegância despojada da sua escrita, Teresa Veiga revela um notável domínio do tempo, espaço e ritmo narrativos, incorporando várias leituras e sintetizando-as fulgurantemente na sua voz. É com mestria que a autora trata o género, de forma a envolver o leitor nas diferentes atmosferas narrativas que constrói.”

O Prémio, instituído em 1991, pela Associação Portuguesa de Escritores com o patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, destina-se a distinguir uma obra em língua portuguesa de um autor português ou de país africano de expressão portuguesa, publicada em livro em 1.ª edição, no decurso do ano de 2015.

O valor do prémio é de 7.500 euros.

A data do acto formal de entrega será oportunamente anunciada.

Lisboa, 29 de Junho de 2016
A Direcção

Rua S. Domingos à Lapa, 17 | 1200-832 LISBOA ∙ PORTUGAL | Telefone +351 21 397 18 99 | Fax +351 21 397 23 41 e-mail: info@apescritores.pt | http://www.apescritores.pt

 

Read Full Post »

Older Posts »