Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Notícias breves’ Category

Read Full Post »


Assistimos aqui a uma luta entre o círculo da sociedade e o círculo do amor, ambos com direitos sobre as personagens.

Já sabemos que Camilo não assiste como árbitro ao conflito entre o coração e a sociedade.

Camilo toma partido. Não se limita a julgar Hermenegildo Fialho Barrosas e a pôr convencionalmente Ângela “debaixo de uma amendoeira florida”. Começa logo pelas proeminências morais características dos três velhos amigos do brasileiro. Pantaleão Mendes, Atanásio da Silva e Joaquim Bernardo. “Abriram-se os buchos e fecharam-se as consciências” destes membros do tribunal de honra onde Ângela foi condenada à infâmia e à pobreza. O mundo do dinheiro, a opinião pública portuense, a sociedade são sujeitos ao sarcasmo e à troça ou ao severo juízo do novelista.

A nossa ousadia em empreendermos um trabalho de tanta responsabilidade deve ser relevada pelo desejo que tivemos de tornar conhecida, no teatro, uma das melhores produções do fecundo e glorioso romancista.

Read Full Post »

«Ao contrário de outros escritores, sabe-se porém quando e onde nasceu – a 16 de março de 1825, em Lisboa, na Rua da Rosa, ao Bairro Alto, em casa que existe ainda, assinalada com uma lápide. Não falta quem se espante com o facto de Camilo ser lisboeta, ele que parece um homem do Norte, cenário da sua vida – Vilarinho da Samardã, Friúme, Vila Real, Porto, Viana do Castelo, Famalicão, S. Miguel de Seide – e cenário preferencial da sua ficção. Toda uma geografia literária se pode traçar tendo Camilo por guia.»

(In O Essencial sobre Camilo, de João Bigotte Chorão)

 

Read Full Post »

 

 

 

 

 

 

Read Full Post »

 Camilo Castelo Branco é nomeado sócio honorário da Associação Académica Funchalense, a 8 de novembro de 1885.

 

 

Read Full Post »


A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, através da Casa de Camilo e do Gabinete de Assuntos Comunitários, vai promover, no próximo dia 6 de outubro, pelas 10h00, no auditório da Casa de Camilo – Centro de Estudos, em São Miguel de Seide, uma mesa redonda subordinada ao tema O Património Camiliano: Que requisitos para uma rota turística?

O debate será moderado por Carlos Martins (Opium) e a mesa constituída pelos seguintes elementos:

– António Ponte, Diretor Regional de Cultura do Norte.

– Melchior Moreira, Presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal.

– Carmen Jiménez Sanz, Direção da Promoção Cultural da Comunidade de Madrid.

– José Augusto Moreira, jornal “Público”.

– José Manuel Oliveira, Diretor da Casa de Camilo.

A iniciativa enquadra-se na intenção da autarquia famalicense liderar, em colaboração com os membros da Associação das Terras Camilianas e com representantes de outros municípios e entidades da região norte que estejam direta ou indiretamente relacionados com a vida e a obra do romancista, um projeto de valorização do património camiliano como produto de interesse turístico-cultural.

Nesta fase prévia do projeto, procurar-se-á suscitar a reflexão e o debate sobre os aspetos de sucesso a atender na estruturação e desenvolvimento de uma rota turística e cultural em torno do escritor, e avaliar as potencialidades da valorização da biografia, da bibliografia e do património arquitetónico camilianos como recursos de interesse turístico.

 

 

 

 

 

 

 

 

Read Full Post »

Camilo Castelo Branco
Lisboa – 16.3.1825 – São Miguel de Ceide – 1.6.1890

A Casa de Camilo assinala o 191.º aniversário do nascimento do escritor com a inauguração da exposição “Padre Benjamim Salgado: Diretor da Casa de Camilo (1972/1978) – exposição de homenagem” e a apresentação pública do Boletim da Casa de Camilo, V Série, N.º 1.

 

Read Full Post »

Older Posts »