Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Um Livro Um Filme’ Category

Convidado: Paulo Cunha

Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

Paulo Alexandre Matos Cunha nasceu a 22 de agosto de 1971, na freguesia de Gavião, em Vila Nova de Famalicão. Reside em Famalicão, é casado e pai de duas filhas. Amante confesso do desporto e da natureza, pratica atletismo e ciclismo todo o terreno.

É Licenciado em Direito pela Universidade Lusíada do Porto, Pós-graduado em Direito do Ambiente e Mestre em Ciências Jurídico-Políticas pela Universidade de Coimbra. Exerce as funções de Docente na Faculdade de Direito da Universidade Lusíada do Porto.

Entre 2009 e 2013, foi vice-presidente da Câmara Municipal, tendo assumido os pelouros da Cultura, Freguesias, Turismo e Defesa do Consumidor.

Foi eleito Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, em 2013.

Entre 2013 e 2017, foi Presidente do Conselho Regional do Norte, órgão consultivo da CCDRN – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, que integra os 86 Presidentes de Câmara da Região Norte e cerca de duas dezenas de organizações sociais, económicas, ambientais e científicas representativas do tecido institucional, bem como representantes dos serviços regionais de vários ministérios.

Filme a exibir: Ensaio Sobre a Cegueira

 

 

Título original: Blindness
De: Fernando Meirelles
Com: Julianne Moore, Mark Ruffalo, Alice Braga, Gael García Bernal
Género: Drama, Thriller
Classificação: M/16
Outros dados: JAP/BRA/CAN, 2008, Cores, 111 min.
Sinopse: Quando uma epidemia chamada cegueira branca aparece em uma cidade, a mulher de um médico é a única pessoa que ainda consegue ver. Ela vai para um abrigo com seu marido cego e encontra todos vivendo em condições precárias. Agora ela tem que guiar um grupo à liberdade.

 

 

 

 

 

Read Full Post »

Convidado: António Ponte

 

Filme a exibir: Forrest Gump

Interpretação: Tom Hanks, Sally Field, Robin Wright, Gary Sinise
Realização: Robert Zemeckis
Argumento: Eric Roth
Género: Drama, Comédia
Outros dados: EUA, 1994, Cores, 142 min.
Sinopse: Quarenta anos da história dos Estados Unidos, vistos pelos olhos de Forrest Gump (Tom Hanks), um rapaz com QI abaixo da média e boas intenções. Por obra do acaso, ele consegue participar de momentos cruciais, como a Guerra do Vietname e Watergate, mas continua pensando no seu amor de infância, Jenny Curran.

 

 

Read Full Post »

Convidada: Raquel Henriques da Silva

A historiadora de arte Raquel Henriques da Silva tem 64 anos e é doutorada em História da Arte, sendo atualmente coordenadora do mestrado em museologia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Já foi diretora do Museu Nacional de Arte Contemporânea e diretora do Museu do Chiado, do Instituto Português de Museus e do Instituto de História da Arte. Atualmente é diretora científica do Museu do Neo-Realismo (MNR) em Vila Franca de Xira, Tem diversas obras publicadas nas áreas da museologia, urbanismo, arquitetura e artes visuais.

Em 2006 foi distinguida com o grau de comendadora da Ordem do Infante e em 2012 recebeu o Prémio Feminina pelo estudo e divulgação da Cultura, História e Sociedade Portuguesa no estrangeiro e nos países lusófonos.

 Filme a exibir: A Toca do Lobo

Realizadora: Catarina Mourão
Género: Documentário
Origem: Portugal
Ano: 2015
Classificação: M/12
Dur.: 102 min.
Sinopse: Todas as famílias guardam segredos. A minha não é exceção. Primeiro descubro um velho filme de 9.5 mm, depois redescubro os velhos álbuns de infância da minha mãe onde as fotografias me parecem todas ilusões óticas. Mais tarde o meu avô, que nunca conheci, revela-se e fala comigo num estranho programa de televisão. Nesta viagem, quero desvendar os segredos da minha família durante a ditadura, que envolvem mistérios que foram passando de geração em geração. Entre passado e presente procuro reinterpretar velhas memórias e descobrir novas verdades, lutando contra o silêncio e as portas fechadas

Read Full Post »

Convidado:
João Canijo
Foi assistente de realização de Manoel de Oliveira, Wim Wenders, Alain Tanner e Werner Schroeter.
Dos mais de 10 filmes que já realizou e que têm tido uma presença regular nos mais importantes festivais de cinema internacionais – Cannes, Veneza, Toronto, destaca-se Sangue do Meu Sangue (2011), vencedor do Prémio da Crítica Internacional (FIPRESCI) em San Sebastian e do Grande Prémio do Júri em Miami, e mais uma dezena de outros importantes prémios internacionais, tendo sido exibido em mais de 60 países, e a escolha portuguesa para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, e vencedor de 2 Globos de Ouro Sic e 3 Prémios SPA, em 2012.

FÁTIMA, 2017
Portugal – Um dia de Cada Vez, 2015 doc.
É o Amor, 2013
Sangue do Meu Sangue, 2011
Fantasia Lusitana, 2010 doc.
Mal Nascida, 2007
Noite Escura, 2003
Ganhar a Vida, 2000
Sapatos Pretos, 1997
Filha da Mãe, 1989
Três menos eu, 1985

 Filme a exibir:

 

 

Raúl Brandão era um grande escritor …
Realizador: João Canijo
Género: Documentário
Origem: Portugal
Ano: 2012
Dur.: 33 min.
Sinopse: Na Nespereira, Guimarães, onde Raul Brandão viveu, sobrevivem dois níveis de memória do escritor: a veneração da memória do génio esquecido, pelos seus descendentes, que não ultrapassa o âmbito do privado e do familiar; o desinteresse da população em geral, que confunde a importância de um grande escritor com a lembrança da senhora da casa rica onde se pedia esmola…

 

 

Read Full Post »


Convidado: Paulo Brandão
Vila Nova de Famalicão, Agosto de 1967. Pai de Ana e de Catarina. Curso de Interpretação da Academia Contemporânea do Espectáculo (Porto). Estágio em Teatro Naturalista na The Arden School of Theatre (Manchester). Licenciatura em Estudos Portugueses na Universidade do Porto (frequência). Teatro Nacional S. João (Porto), Produção e Direcção de Cena (cerca de 8 anos). Director/Programador da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, entre 2002 e 2006. Actualmente: Director Artístico do Theatro Circo de Braga (desde Maio de 2006).

Filme a exibir: Eu não sou seu negro

Realizador: Raoul Peck
Género:
Documentário
Classificação:
M/12
Origem:
E.U.A.
Ano:
2016
Dur.:
89 min.
Sinopse:
Em 1979, James Baldwin escreveu ao seu editor dizendo que o seu próximo projeto, Remember This House, seria um livro revolucionário sobre as vidas e os assassinatos de três dos seus amigos mais próximos: Medgar Evers, Malcom X e Martin Luther King, Jr. Quando morreu, em 1987, Baldwin deixou apenas 30 páginas do manuscrito. Este documentário extraordinário dá voz às palavras de Baldwin e, usando preciosos materiais de arquivo, volta a trazer para a ribalta as questões raciais na América.

 

Read Full Post »


Convidado:

Eduardo Rêgo

Com uma educação de base acentuadamente humanista (11 anos de seminário), Eduardo Rêgo abandonou os estudos de teologia, praticamente no final do curso.

Ingressou na Rádio Renascença em 1978, tendo sido o primeiro realizador daquela casa, Ex aequo com dois colegas de profissão.

Nos últimos 30 anos (RTP + SIC) tem dedicado muito do seu tempo à sensibilização ambiental, aprofundando conhecimentos e assinando a versão portuguesa (tradução, legendagem, revisão científica e locução) de milhares de documentários da natureza. Do elenco de maravilhas naturais a que deu voz salientam-se O PLANETA TERRA e HOME – O mundo é a nossa casa.

O estilo inconfundível de comunicar granjeou-lhe o reconhecimento do público e da comunicação social, tendo sido eleito, por várias vezes, A VOZ DO ANO.

A identificação com a temática da sustentabilidade desencadeou uma grande procura do seu testemunho por parte das universidades portuguesas e outras instituições, levando-o a assumir, como tema preferencial das intervenções que faz, o binómio Literacia – Comunicação.

Ao fitar o mapa do mundo, reparou que, por mais organizações que existam, empenhadas na defesa do ambiente e na promoção da sustentabilidade, nenhuma, até hoje, se apresentou suficientemente despojada e disponível para envolver tudo e todos com a força de um abraço.

Foi esse desassossego de alma que despertou nele a ideia de um projeto fortemente agregador, capaz de criar laços entre os múltiplos agentes que dão o melhor de si pelo equilíbrio do planeta.

E surgiu o… LOVING THE PLANET – GAL (Global Association for Life) de cuja direção é presidente.

Filme a exibir:

HOME – O mundo é a nossa casa
Realizador: Yann Arthus-Bertrand
Narrador: Eduardo Rêgo
Género: Documentário
RClassificação: M/12
Origem: França
Ano: 2009
Dur.: 95 min.
Sinopse: Em 200 mil anos na Terra, a Humanidade tem perturbado o equilíbrio do planeta, estabelecido por quase 4 biliões de anos de evolução. O preço a pagar é alto, mas é tarde demais para ser pessimista: a Humanidade tem apenas 10 anos para inverter esta tendência e tornar-se consciente da extensão total da destruição da Terra e alterar os seus modelos de consumo. Yann Arthus-Bertrand, o realizador, traz-nos imagens aéreas únicas de mais de 50 países para partilhando esperanças e receios num filme que lança a primeira pedra do edifício que, todos juntos, teremos de reconstruir.

Read Full Post »


Convidado:

António Machado (10 de Julho de 1973) é um ator, imitador e comediante português. Tirou o curso de teatro no IFICT em 1992. O seu primeiro trabalho em televisão foi a apresentação do “Clube Disney” para a RTP, de 1994 a 1996. Foi membro da equipa de vozes do Contra Informação de 1996 a 2004 e entrou em numerosos anúncios e séries televisivas. Fez parte do elenco das peças “Canção dos Oceanos”, de Rui Vilhena, em 1998; “Não te esqueças de puxar o autoclismo”, de Rita Fernandes, em 2003; Deixa-me Rir (com uma imitação de Durão Barroso) em 2004, encenada por António Feio no Teatro Villaret, e também de “2 Amores”, em 2007, encenada por António Feio e também no Teatro Villaret. Colaborou com Manuel Marques na rubrica radiofónica Portugalex (Antena 1) e participou em “Hora H”, de Herman José. Faz dobragens de desenhos animados e toca bateria. Participou no elenco fixo da série da RTP1, Bem-Vindos a Beirais no papel de Vítor Lobo.

Filme a exibir:

 


Filme da treta
Realizador: José Sacramento
Género: Comédia
Classificação: M/12
Origem: Portugal
Ano: 2006
Dur.: 91 min.
Sinopse: Após uma “visão apocalíptica” durante um espetáculo numa cabine de um peep-show, Zezé decide juntar-se à Ordem dos Caracolários Descalços, remetendo-se à clausura num mosteiro. Quando Tóni o encontra, os dois amigos vão recuar no tempo e reviver as aventuras que levaram Zezé a abdicar de todos os bens materiais e a entrar em retiro espiritual. A descoberta do caminho marítimo para Espanha montado em burro, a louca festa da feijoada “com fados e tudo”, um mega engarrafamento, lutas de galos em estilo oriental e a ida ao hospital são algumas das peripécias que ambos vão recordar até finalmente percebermos o porquê da clausura de Zezé e a importância da amizade entre os dois.

 

 

 

 

Read Full Post »

Older Posts »