Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Visitas’ Category

Os alunos da turma do 4.º AA, da Escola Conde São Cosme, vão comemorar a Noite dos Museus, participando no trilho camiliano “A Cangosta do Estevão”, e depois, já com a noite como parceira, irão visitar a Casa de Camilo.
As “Boas insónias” serão na sala de exposições do Centro de Estudos.
Se conseguirem!

Read Full Post »

“Na casa onde Camilo saiu da vida para entrar na eternidade do génio, venho trazer rosas. Venho também trazer o prémio que me deram, o seu valor simbólico, que Camilo merece, como provavelmente nenhum outro escritor português. Eu, aprendiz, deixo rosas ao mestre.”

 

Read Full Post »

visita

Mais fotos
https://photos.google.com/share/AF1QipMCWIje5yWXS9swdQORfHGe0oHT4KxVqf_14s8uyNKL9w-4-xV0xiS1TKM8iuzfSQ?key=ZEFHaWNGLW5QYVgwOEZkalZ4dEg4Vi1wbjNRN1l3

Read Full Post »

 

No dia 18 de maio a turma I, 11ºano da escola Secundária Camilo Castelo Branco, no âmbito da disciplina de Literatura Portuguesa, participou numa atividade inédita, promovida pela Casa de Camilo, Centro de Estudos Camilianos. Assim, os alunos e demais convidados puderam ouvir, ao longo de 45 minutos, a versão radiofónica de 1953, realizada pela RDP, do romance “Amor de Perdição”, acompanhada pelo teatro de figuras de papel, encenado pela companhia de teatro Mandrágora. A iniciativa de compor e levar ao palco esta versão radiofónica da obra “Amor de Perdição” nasceu há mais de um ano, dado que a Casa Museu Camilo Castelo Branco está constantemente a tentar conquistar novos públicos e novos leitores e a mostrar a obra de Camilo de uma forma apelativa. No final, os alunos puderam, ainda, conversar com o professor João Paulo Braga e o diretor da Casa de Camilo, Dr. José Manuel Oliveira, sobre a obra camiliana e o percurso biográfico do escritor de Seide, através de uma visita guiada à casa que o escritor habitou em Famalicão. Esta “conversa” prolongou-se num chá camiliano, no dia 22 de maio, na Biblioteca Vasco de Carvalho, que assim retribuiu e agradeceu o convite da Casa de Camilo para participar na celebração do dia mundial dos Museus.

Fonte: Boletim da Educação, n.º 168

 

Read Full Post »


Fonte: Diário do Minho

Read Full Post »

Os alunos do jardim e da escola de Seide S. Miguel cantaram os Reis na Casa de Camilo – Centro de Estudos.

Read Full Post »


O grupo dos antigos alunos da Escola do Magistério de Braga, escolheu o Centro de Estudos Camilianos para a sua reunião anual que teve lugar em S. Miguel de Seide, no dia 21 de Maio de 2011. A organização, e respectiva escolha de local e programa, estive a cargo de antigos alunos famalicenses, que nasceram e cresceram nesta cidade, sendo este o seu primeiro encontro geral. Durante a sessão, foram evocadas passagens e histórias de vida de alguns alunos e professores, foi homenageada Maria Antónia Castelo Branco, bisneta de Camilo Castelo Branco, também ela antiga aluna do Magistério. No final, foi prestado um solene e sentido tributo aos que não estavam presentes por terem já deixado esta vida ao som do toque militar do Silêncio, interpretado por Melissa Venema no concerto de André Rieu, “Stadium Tour in Amsterdam Arena”, de Junho de 2008. Seguiram-se uma missa na Igreja Paroquial de S. Miguel de Seide, uma sessão fotográfica reproduzindo clichés de época tirados junto da Casa de Camilo em 1958, e um almoço de confraternização.

Read Full Post »


O Secretário de Estado da Cultura, Elísio Summavielle, realiza uma visita de trabalho ao concelho de Vila Nova de Famalicão nesta quarta-feira, dia 17, a partir das 11h00. Esta visita, que corresponde a um convite do presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, tem por objectivo resolver alguns dossiês pendentes, ao nível da política cultural no município.

Sobre a mesa estarão pelo menos três dos dossiês mais importantes, que são objecto da maior atenção por parte do pelouro da Cultura: a criação de uma rede municipal de museus (para a qual a Câmara Municipal requer apoio governamental para a sua concretização); a preservação da ponte de Lagoncinha (um monumento nacional de atravessamento sobre o rio Ave, que liga os concelhos de Famalicão e Santo Tirso, onde qualquer intervenção de restauro depende directamente do Ministério da Cultura) e o projecto de construção do Museu do Surrealismo (que aguarda enquadramento no âmbito do Quadro de Referência Estratégica Nacional para uma candidatura a fundos comunitários).

Elísio Summavielle estará em Vila Nova de Famalicão todo o dia, acompanhado pela directora regional de Cultura do Norte, Paula Araújo da Silva. Ambos serão recebidos em S. Miguel de Seide por Paulo Cunha, vice-presidente e vereador da Cultura da Câmara Municipal, dado que Armindo Costa, por compromissos anteriormente assumidos, se encontra em representação do município no estrangeiro.

A visita de Elísio Summavielle começa com uma reunião de trabalho com Paulo Cunha, pelas 11h00, no Centro de Estudos Camilianos, em S. Miguel de Seide, seguindo-se, pelas 11h30, no auditório, uma sessão pública com agentes culturais de Vila Nova de Famalicão. Pelas 12h30, Paulo Cunha será o cicerone do secretário de Estado numa visita à Casa-Museu de Camilo Castelo Branco. De tarde, pelas 15h30, o secretário de Estado e o vice-presidente do município visitarão a Fundação Cupertino de Miranda, no centro da cidade de Famalicão, e, depois, o Museu Bernardino Machado, na Rua de Adriano Pinto Basto.

Fonte: Município de Vila Nova de Famalicão

Read Full Post »

Read Full Post »


No dia 15 de Julho de 1866, António Feliciano de Castilho, seu filho Eugénio e o poeta Tomás Ribeiro vieram a S. Miguel de Seide visitar Camilo Castelo Branco. Ana Plácido, para assinalar o acontecimento, mandou erigir uma lápide que ainda hoje se mantém como um dos pontos de interesse do exterior da Casa de Camilo.
Foi sob o signo dessa visita que se iniciou a Acção de Formação Bibliotecas Escolares, Leitura e Literacias no 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e Secundário (30 horas), promovida pelo Centro de Formação Associação de Escolas de V. N. Famalicão e frequentada por um grupo de vinte professores – de Português, de Inglês e de Francês, do segundo e terceiro ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário, com o objectivo, justamente, de “visitar” a obra riquíssima do romancista. Mas, como em Camilo, visitar a obra implica visitar a vida, o grupo de formação realizou, no dia 1 de Julho uma visita à casa onde essa atribulada vida se desenvolveu durante mais de vinte e cinco anos e de onde saiu grande parte da produção literária do autor. E, embora esse espaço fosse já conhecido da maioria dos formandos, aquelas paredes, os objectos, os móveis ganham um interesse sempre novo, quando a visita é acompanhada pela leitura de textos camilianos alusivos a esse cenário e quando é guiada e animada pelo Sr. Reinaldo Ferreira.
Castilho e companhia saíram de Seide com saudades daquela “Quinta das Delícias” e da Amélia de Landim. Nós saímos com redobrada motivação para ler e reler a prosa sempre viva do génio de Seide e para a partilharmos com os nossos alunos, tirando-a da prateleira onde incompreensivelmente os programas escolares a deixaram a ganhar pó.
João Paulo Braga

Read Full Post »

Older Posts »