Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘A brasileira de Prazins’

«A retórica é a arte de falar bem; mas os vícios são a arte de viver bem e alegremente.»
(In A Brasileira de Prazins)

Read Full Post »

«O regedor entrou em Vila Nova de Famalicão na onda de alguns milhares de homens e rapazes que davam vivas a D. Miguel, às leis novas, à santa religião e morras aos Cabralistas.
(In A Brasileira de Prazins)

Read Full Post »

«- O Vinho do Porto é o Diabo! – disse o alferes com uma grande experiência dessas façanhas incruentas. – É o Diabo!»
(In A Brasileira de Prazins)

 

Read Full Post »

«Os vícios são a arte de viver bem e alegremente. Assim se pensa, embora não se diga.»
(In A Brasileira de Prazins)

 

Read Full Post »

«Os vícios são a arte de viver bem e alegremente. Assim se pensa, embora não se diga.»
(In A Brasileira de Prazins)

Read Full Post »

 

«O alferes, com água pela cinta, desatascou-se dos lamaçais de além; e, horas depois, repassando o Ave na ponte da Lagoncinha e vencidas duas léguas de chafurdeiros e barrocas, entrava na sua casa das Lamelas, bebia um grande trago de genebra, e, floreando a espada, bradava: “Viva o Sr. D. Miguel I”.»
(In A brasileira de Prazins)

 

Miguel Stadler

 

 

Read Full Post »


Foi apresentado ontem, dia 28 de maio, no auditório do Centro de Estudos Camilianos, o livro “Cartas de amor”, cenas inspiradas na obra “A brasileira de Prazins” de Camilo Castelo Branco.
Uma iniciativa da Casa Museu de Camilo que contou com a colaboração do formador Luís Bizarro Borges e de várias turmas do 4º ano, do primeiro ciclo, de Vila Nova de Famalicão.

Read Full Post »

Older Posts »