Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Camilo’

«Camilo é um destes escritores que representam uma nacionalidade: a sua obra é a alma de um povo.»
Alberto Pimentel

Read Full Post »

Autor: Elzira Sá Queiroga
Data publicação: 2021
Editora: Colares
ISBN 978-972-782-180-4

“Observador atento e exigente Camilo Castelo Branco (1825 – 1890) deixou-nos testemunho da sociedade portuguesa do século XIX.
De saúde frágil, Camilo confrontava-se com o desafio do prazer, do excesso e das suas consequências. A imaginação cultivava a descoberta da arte da cozinha e escondia a escassez de meios de grande parte da população.
Este livro, À mesa com Camilo, apresenta uma visita aos sabores da época, documentada com receitas que nos confirmam a dicotomia entre o meio rural e o citadino, quase sempre presente na extensa obra do escritor”.
In: Ob. Cit.

http://camilocastelobranco.org/index2.php?1&it=prod_lst&LG=0&SID=7b31224f99b8cdbf09e39213349107c0&mop=266&ctd=273

Read Full Post »

«Camilo […] é, cumulativamente e contraditoriamente, um místico e um fatalista. A metafísica preocupa-o, todavia, secundariamente na conceção da sua obra. Dada uma aventura de amor, de desenlace cómico ou trágico, envolvendo uma paixão profunda, prestando-se a cavaleiros desenvolvimentos de capa e espada, – uma violação de clausura, um escalamento de jardim, uma cavalgada, uma espera, um homicídio, um rapto, com um ou dois personagens burlescas sobre os quais  se descarreguem os sarcasmos – ele narrará essa aventura.»
Ramalho Ortigão

Read Full Post »

«Camilo não foi historiador, e faz gala em não o ser, mas é um dos exemplos mais frisantes de que não há história sem boa literatura.»
Justino Mendes de Almeida

Read Full Post »

«A obra de Camilo é um nítido espelho de muitos aspetos bem típicos da nossa personalidade cultural, e o mundo vem aprendendo a apreciar, em cultura, o contraste das identidades.»
Coimbra Martins

Read Full Post »

«Quando o coração me falha neste dialecto de escrever livros, volto-me para Camilo, que é sempre rei mesmo em terra de ciclopes.»
(In Camilo génio e figura)

Read Full Post »


Se formos suficientemente curiosos e observadores iremos desvendar um conjunto surpreendente de mistérios sobre Camilo Castelo Branco no centro de São Miguel de Seide.

Mas, para chegarmos às revelações que pretendemos, talvez precisemos de uma boa dose de inspiração camiliana e até de examinar algumas pistas deixadas pelo próprio romancista…

Percurso: (raio de 50 m. da Casa de Camilo – Centro de Estudos)

Local de partida: Centro de Estudos

Inscrições: geral@camilocastelobranco.org

Limite: 20 pessoas

 

Read Full Post »

#CC – CasadeCamilo#ContinuamosConsigo

25 de Maio a 08 Junho 2020

Esta semana apresentamos mais um puzzle camiliano.

 

O desafio proposto é que reconstruam um azulejo de Jorge Colaço (autor dos painéis de azulejos da Estação de São Bento, no Porto), no qual se representa o rosto de Camilo Castelo Branco.

Para jogar clicar no link:

https://puzzel.org/en/slidingpuzzle/play?p=-M6j9dm0nbogMED1CIZy

 

 

Read Full Post »

«Eu nunca tive seio de mãe onde encostar a cabeça.»
(In Quatro horas inocentes)

Retrato de Camilo atribuído a Roquemont

 

Read Full Post »

«Eis um homem que não precisa de apelido para ser identificado na vida e na literatura. Dizemos Camilo – e esse nome chega para designar um rosto e uma obra inconfundíveis. »
João Bigotte Chorão

 

Read Full Post »

Older Posts »