Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘caneta’


Camilo viveu inteiramente das letras e para as letras. Leu e escreveu. Escreveu e leu. E, nos intervalos da leitura e da escrita, viveu uma vida que desdiz dos paradigmas que levam ao altar. Para tudo teve vocação – menos para santo…
Foi autêntico grilheta da pena. Para além do amor – obsessão que o colocou constantemente nas situações mais difíceis – nada mais fez do que escrever, escrever para cumprir uma vocação de raiz e, outrossim, para ganhar o quantum satis de uma existência modestíssima. De tal modo o ganha-pão da escrita o absorveu, que nada mais fez…
A caneta foi o eixo do seu mundo – e o seu mundo…
(In Boletim da Casa de Camilo)

Read Full Post »