Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Casa de Camilo’


Convidado: Paulo Brandão
Vila Nova de Famalicão, Agosto de 1967. Pai de Ana e de Catarina. Curso de Interpretação da Academia Contemporânea do Espectáculo (Porto). Estágio em Teatro Naturalista na The Arden School of Theatre (Manchester). Licenciatura em Estudos Portugueses na Universidade do Porto (frequência). Teatro Nacional S. João (Porto), Produção e Direcção de Cena (cerca de 8 anos). Director/Programador da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, entre 2002 e 2006. Actualmente: Director Artístico do Theatro Circo de Braga (desde Maio de 2006).

Filme a exibir: Eu não sou seu negro

Realizador: Raoul Peck
Género:
Documentário
Classificação:
M/12
Origem:
E.U.A.
Ano:
2016
Dur.:
89 min.
Sinopse:
Em 1979, James Baldwin escreveu ao seu editor dizendo que o seu próximo projeto, Remember This House, seria um livro revolucionário sobre as vidas e os assassinatos de três dos seus amigos mais próximos: Medgar Evers, Malcom X e Martin Luther King, Jr. Quando morreu, em 1987, Baldwin deixou apenas 30 páginas do manuscrito. Este documentário extraordinário dá voz às palavras de Baldwin e, usando preciosos materiais de arquivo, volta a trazer para a ribalta as questões raciais na América.

 

Anúncios

Read Full Post »

A escrita inglesa desenvolveu-se no século XVIII. Esta técnica de escrita específica foi influenciada pelo uso de penas metálicas cada vez mais pontiagudas, bem mais duradouras que as plumas de ganso, e que permitiam maior velocidade na escrita. Espalhou-se a partir do séc. XIX pelo Império Britânico e em toda a Europa onde acompanha a revolução industrial, assumindo as novas funções de uma escrita comercial. Foi muito valorizada com a expansão do comércio inglês. Numa época onde não havia ainda computadores ou mesmo de máquina de escrever, era a escrita da administração, do ensino e do comércio. É uma escrita muito inclinada e unida. A inclinação era originalmente de 45º, passando a ser de 52º, assumindo assim, um traçado menos inclinado e mais elegante. O seu traçado é baseado no controle de formas elípticas, que se conectam sem ruturas.

Público-alvo | maiores de 16 anos (grupo até 30 pessoas)
Duração | 15 sessões de 2h00 | 1 vez por semana à 2.ª feira das 17h30-19h30
Local | Centro de Estudos Camilianos, S. Miguel de Seide, V.N. de Famalicão
Gratuito | Inscrição por e-mail geral@camilocastelobranco.org
(indicar nome, telemóvel, email).
Oferta de Diploma de participação.

 

 

 

 

Read Full Post »

Peça adaptada da obra “Amor de Perdição”, de Camilo Castelo Branco, tendo como suporte a gravação do teatro radiofónico produzido pela Emissora Nacional, em 1953, e a manipulação de figuras em recorte de papel.

Uma colaboração da Rádio e Televisão de Portugal, encenada pela Companhia de Teatro Mandrágora e apresentada ao público pela equipa do Serviço Educativo da Casa de Camilo.

 

 

 

Read Full Post »

A escrita inglesa desenvolveu-se no século XVIII. Esta técnica de escrita específica foi influenciada pelo uso de penas metálicas cada vez mais pontiagudas, bem mais duradouras que as plumas de ganso, e que permitiam maior velocidade na escrita. Espalhou-se a partir do séc. XIX pelo Império Britânico e em toda a Europa onde acompanha a revolução industrial, assumindo as novas funções de uma escrita comercial. Foi muito valorizada com a expansão do comércio inglês. Numa época onde não havia ainda computadores ou mesmo de máquina de escrever, era a escrita da administração, do ensino e do comércio. É uma escrita muito inclinada e unida. A inclinação era originalmente de 45º, passando a ser de 52º, assumindo assim, um traçado menos inclinado e mais elegante. O seu traçado é baseado no controle de formas elípticas, que se conectam sem ruturas.

Read Full Post »

A iniciativa tem como objetivos principais fomentar o gosto pela leitura dos textos de Camilo Castelo Branco e proporcionar a partilha de abordagens e de interpretações da prosa do romancista de São Miguel de Seide.

Para cada sessão é sugerida a leitura prévia de um texto de Camilo, o qual é cedido gratuitamente pela Casa de Camilo, desde que solicitado para o endereço eletrónico geral@camilocastelobranco.org.

Formador: João Paulo Braga
Local: Casa de Camilo – Museu (S. Miguel de Seide, Vila Nova de Famalicão)
Público-alvo: maiores de 16 anos (número máximo de 30 participantes por sessão).

 

Read Full Post »

 

Read Full Post »

A escrita inglesa desenvolveu-se no século XVIII. Esta técnica de escrita específica foi influenciada pelo uso de penas metálicas cada vez mais pontiagudas, bem mais duradouras que as plumas de ganso, e que permitiam maior velocidade na escrita. Espalhou-se a partir do séc. XIX pelo Império Britânico e em toda a Europa onde acompanha a revolução industrial, assumindo as novas funções de uma escrita comercial. Foi muito valorizada com a expansão do comércio inglês. Numa época onde não havia ainda computadores ou mesmo de máquina de escrever, era a escrita da administração, do ensino e do comércio. É uma escrita muito inclinada e unida. A inclinação era originalmente de 45º, passando a ser de 52º, assumindo assim, um traçado menos inclinado e mais elegante. O seu traçado é baseado no controle de formas elípticas, que se conectam sem ruturas.

Público-alvo | maiores de 16 anos (grupo até 30 pessoas)
Duração | 15 sessões de 2h00 | 1 vez por semana à 4ª feira das 17h00-19h00
Local | Centro de Estudos Camilianos, S. Miguel de Seide, V.N. de Famalicão
Gratuito | Inscrição por e-mail geral@camilocastelobranco.org
(indicar nome, telemóvel, email).
Oferta de Diploma de participação.

 

 

 

 

Read Full Post »

Older Posts »