Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Cenas Contemporâneas’

«No meu tempo o amor era uma coroa de espinhos.»
(In Cenas contemporâneas)

Read Full Post »

«O menino é um sarcástico! Se o não visse tão inclinado a rir-se de cousas sérias, contava-lhe uma história triste…

– Se eu gosto muito de histórias tristes…. Verá que me não rio, quando me dizem alguma cousa que me toque o sentimento. A minha família chama-me poeta; os vizinhos chamam-me tolo; não sei bem o que sou; mas o que não sou é insensível… Vê… já não tenho vontade de gracejar… Conte-me agora a história, que eu prometo contar-lhe outra que me fez chorar, porque é uma passagem tão infeliz que, se eu fizesse novelas, escrevia uma.»
(In Cenas contemporâneas)

Read Full Post »

«Olha que a verdadeira miséria está escondida no manto de lentejoulas com que esta sociedade desdentada e trôpega se encobre.»
(In Cenas contemporâneas)

Read Full Post »

«Eu é que não podia satisfazer a minha curiosidade com a descosida revelação de Valadares.
Muitas vezes acalorei a questão do cinismo, aplicando-a a Miquelina; mas este nome enfurecia-o de tal modo que as nossas relações estiveram-se a romper-se, e reataram-se com a condição de eu nunca lhe tocar ligeiramente em semelhante assunto.»
Sujeitei-me; mas…»
(In De abismo em abismo)

A iniciativa tem como objetivos principais fomentar o gosto pela leitura dos textos de Camilo Castelo Branco e proporcionar a partilha de abordagens e de interpretações da prosa do romancista de São Miguel de Seide.

Para cada sessão é sugerida a leitura prévia de um texto de Camilo, o qual é cedido gratuitamente pela Casa de Camilo, desde que solicitado para o endereço eletrónico geral@camilocastelobranco.org

Inscrição gratuita, mas obrigatória para o endereço eletrónico: geral @camilocastelobranco.org

Download do PDF “De abismo em abismo”, in Cenas Contemporâneas

http://www.camilocastelobranco.org/doc.php?co=63

Formador: Sérgio Guimarães de Sousa

 

 

 

 

 

 

 

Read Full Post »

«Ou doudo ou cínico. Não enlouqueci; mas depravei-me.»

(In Cenas contemporâneas)

Read Full Post »

A iniciativa tem como objetivos principais fomentar o gosto pela leitura dos textos de Camilo Castelo Branco e proporcionar a partilha de abordagens e de interpretações da prosa do romancista de São Miguel de Seide.

Para cada sessão é sugerida a leitura prévia de um texto de Camilo, o qual é cedido gratuitamente pela Casa de Camilo, desde que solicitado para o endereço eletrónico geral@camilocastelobranco.org

“… Prepara-te para uma narração simples, e clara. Não pertenço à escola dos nossos lapidários de palavras, que nos dizem em estilo de Corneille as cenas cómicas de Molière. A minha história, se tal nome lhe cabe, é uma tragédia com muitas cenas de farsa. Ainda que me não vejas rir, tens a liberdade da gargalhada. Aí vai:»
(In Cenas Contemporâneas)

Download do PDF “Uma paixão bem empregada”

http://www.camilocastelobranco.org/doc.php?co=58

 Formador: Sérgio Guimarães de Sousa
A sessão realizar-se-á na plataforma Zoom
Inscrição para o endereço eletrónico: geral @camilocastelobranco.org

 

 

Read Full Post »

“Quem disser que em Trás-os-Montes não há romances, é capaz de dizer que a lua não tem habitantes, e as alfândegas ratos.”
(In Cenas Contemporâneas)

A iniciativa tem como objetivos principais fomentar o gosto pela leitura dos textos de Camilo Castelo Branco e proporcionar a partilha de abordagens e de interpretações da prosa do romancista de São Miguel de Seide.

Para cada sessão é sugerida a leitura prévia de um texto de Camilo, o qual é cedido gratuitamente pela Casa de Camilo, desde que solicitado para o endereço eletrónico geral@camilocastelobranco.org.

Formador: Sérgio Guimarães de Sousa

 

 

Read Full Post »

«A verdadeira felicidade está na consciência.»
(In Cenas Contemporâneas)

Read Full Post »

«Tomar a sério a sociedade é endoidecer. Viver com ela em boa paz é escarnece-la. Ou doido ou cínico.»
(In Cenas contemporâneas)

Read Full Post »

«Não há paixão que o ridículo não mate.»
(In Cenas contemporâneas)

 

Read Full Post »

Older Posts »