Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Cenas inocentes da comédia humana’


«No dia seguinte, bela manhã de agosto, foi o bacharel Mateus a S. João da Foz.»
(In Cenas inocentes da comédia humana)

Read Full Post »

«Como é belo o pecado quando o coração o não confessa.»
(In Cenas inocentes da comédia humana)

Read Full Post »

«A delicadeza é tão necessária para a conservação do amor como para extingui-lo.»

(In Cenas inocentes da comédia humana)

Read Full Post »

«O verdadeiro amor só o dá a fascinação.»
(In Cenas Inocentes da Comédia Humana)

Read Full Post »

«O coração amante é engenhoso…»
(In Cenas inocentes da comédia humana)

Read Full Post »

«Os caracteres fracos precisam de prazeres; os ânimos circunspectos o de que precisam é de segurança. No rebuliço desta universal tormenta, há um só prazer: é a situação mais tranquila; são os gozos mais moderados e que mais facilmente se conseguem e reproduzem; é a concordância da paz interior com a atividade desapaixonada, da austeridade no prazer com a doçura na paciência…»
(In Cenas inocentes da comédia humana)

Read Full Post »

«As lágrimas de sangue não se mostram nos olhos.»
(In Cenas inocentes da comédia humana)

 

Read Full Post »

«O meu céu era todo neste mundo, local único onde ele existe, porque também existe o inferno cá.»
(In Cenas inocentes da comédia humana)

 

Read Full Post »

«A delicadeza é tão necessária para a conservação do amor como para extingui-lo.»
(In Cenas Inocentes da Comédia Humana)

Read Full Post »

«Faça por encontrar um homem de coração e de inteligência; porque a estupidez mata o amor…»
(In Cenas Inocentes da Comédia Humana)

Read Full Post »

Older Posts »