Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Documentário’


Convidado: Paulo Brandão
Vila Nova de Famalicão, Agosto de 1967. Pai de Ana e de Catarina. Curso de Interpretação da Academia Contemporânea do Espectáculo (Porto). Estágio em Teatro Naturalista na The Arden School of Theatre (Manchester). Licenciatura em Estudos Portugueses na Universidade do Porto (frequência). Teatro Nacional S. João (Porto), Produção e Direcção de Cena (cerca de 8 anos). Director/Programador da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, entre 2002 e 2006. Actualmente: Director Artístico do Theatro Circo de Braga (desde Maio de 2006).

Filme a exibir: Eu não sou seu negro

Realizador: Raoul Peck
Género:
Documentário
Classificação:
M/12
Origem:
E.U.A.
Ano:
2016
Dur.:
89 min.
Sinopse:
Em 1979, James Baldwin escreveu ao seu editor dizendo que o seu próximo projeto, Remember This House, seria um livro revolucionário sobre as vidas e os assassinatos de três dos seus amigos mais próximos: Medgar Evers, Malcom X e Martin Luther King, Jr. Quando morreu, em 1987, Baldwin deixou apenas 30 páginas do manuscrito. Este documentário extraordinário dá voz às palavras de Baldwin e, usando preciosos materiais de arquivo, volta a trazer para a ribalta as questões raciais na América.

 

Anúncios

Read Full Post »

Convidado:
António Lourenço Fontes nasceu em Cambezes do Rio, uma aldeia do Barroso, próxima do Rio Cávado, em 22 de fevereiro de 1940, e teve onze irmãos.
Ingressou no Seminário em Vila Real, em 1950, tendo completado a formação em 1962. Ordenado em 1963, foi colocado em Tourém, onde esteve oito anos. Ainda celebrava Missa em Pitões das Júnias e em Covelães.
O seu meio de transporte, um cavalo, atendendo a que não havia estradas dignas desse nome, servia-lhe para ir para as paróquias celebrar a missa.
Em Tourém criou uma escola, iniciou cursos agrícolas, cursos de bordadura, requisitou leite, farinha, manteiga e óleo à Caritas, começou por dar as refeições confecionadas na casa paroquial, onde vivia com uma irmã.
Ao fim de dois anos o seu meio de transporte muar foi substituído por uma motorizada. Deixou Tourém em 1971 e foi para Vilar de Perdizes, já lá vão mais de 38 anos. Para além desta paróquia tem a seu cargo Mexide e Soutelinho da Raia. Todos os dias celebra Missa em Vilar de Perdizes às oito e meia da manhã.

Filme a exibir:


Terra de Abril, 1977

Título original: Terra de Abril
Género: Documentário
Realização: Philippe Constantini & Anna Glogowsky
Sinopse: No norte de Portugal, em Trás-os-Montes, uma aldeia isolada – Vilar de Perdizes (Concelho de Montalegre) continua, dois anos depois da Revolução de 25 de Abril de 1974, uma vida sem mudança, ancestral, quase cortada do mundo. Uma terra pobre, um clima rude, uma economia de subsistência, ainda alguns traços vivos de um modo de vida comunitário. Casas de pedra e colmo centenárias, e outras de cimento e tijolo construídas pelos homens vindos de França, da Alemanha ou da América. Homens e mulheres vivem, falam e representam, revelando a sua relação com o poder, a religião, a pobreza e, quando das eleições, com o saber e a ignorância. Enquanto no País se preparam as primeiras eleições livres a comunidade representa o Auto da Paixão. Uma réstia de esperança surge com construção e melhoramento dos emigrantes da aldeia.

Read Full Post »

A empresa “Companhia de Ideias” realizou filmagens, no dia de ontem, na Casa de Camilo – Museu, para a elaboração de um documentário sobre a obra “Amor de Perdição”, de Camilo Castelo Branco.
A produção do documentário insere-se num projecto de divulgação da Literatura Portuguesa intitulado “Grandes Livros” e envolve uma série de 12 documentários, com 50 minutos cada, narrados pelo actor Diogo Infante.
A série será emitida na RTP2, RTP Internacional, RTP Notícias e RTP África a partir do 1.º trimestre de 2009, e terá uma estratégia de promoção cross media (You Tube, micro-site RTP, redes sociais) e edição em DVD.
Visa contribuir para a promoção da leitura das grandes obras da Literatura Portuguesa junto de todas as faixas etárias que se expressem em português, e cada episódio contará com a participação de conhecedores da vida e da obra do autor em análise.
“Grandes Livros” é assumidamente inspirada na série homónima “Great Books”, produzida pela Discovery Networks em parceria com o Center for the Book in the Library of Congress e emitida em vários canais Discovery e no The Learning Channel desde 1994.
O conceito “Grandes Livros” assenta na análise da obra mais emblemática de um escritor português bem como de aspectos relacionados com a sua vida ou o seu tempo histórico.
A selecção obedece ao seguinte critério: um livro por autor; autores portugueses falecidos; obras passíveis de serem abordadas em TV e apelarem a um grande número de público.
As obras a integrar a 1.ª Série são:
Os Lusíadas (Luis de Camões);
Sermão de Santo António aos Peixes (Pe. António Vieira);
Viagens na Minha Terra (Almeida Garrett);
Livro do Desassossego (Fernando Pessoa);
Amor de Perdição (Camilo Castelo Branco);
Os Maias (Eça de Queirós);
O Delfim (José Cardoso Pires);
Aparição (Vergílio Ferreira);
Histórias da Terra e do Mar (Sophia de Mello Breyner Andresen);
Sinais de Fogo (Jorge de Sena);
Mau Tempo no Canal (Vitorino Nemésio);
Peregrinação (Fernão Mendes Pinto).
Casa de Camilo

Read Full Post »