Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco’

Entrega do Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco – Associação Portuguesa de Escritores / Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão (Edição 2016), a Teolinda Gersão.

 

Anúncios

Read Full Post »

Read Full Post »


M EM B R O  H O N O R Á R I O  D A  O R D EM  D O  I N F A N T E D . H E N R I Q U E 

M EM B R O  H O N O R Á R I O  D A  O R D EM  D A  L I B E R D A D E


COMUNICADO DE IMPRENSA

TERESA VEIGA VENCE O

GRANDE PRÉMIO DE CONTO “CAMILO CASTELO BRANCO”

APE/C.M. DE VILA NOVA DE FAMALICÃO

Um júri constituído por Daniel Jonas, Isabel Cristina Mateus e Maria Carlos Loureiro, reunido na Sede da APE, decidiu por unanimidade, atribuir o prémio ao livro “Gente Melancolicamente Louca“, de Teresa Veiga
(Tinta-da-China).

O júri sublinhou:

Pela elegância despojada da sua escrita, Teresa Veiga revela um notável domínio do tempo, espaço e ritmo narrativos, incorporando várias leituras e sintetizando-as fulgurantemente na sua voz. É com mestria que a autora trata o género, de forma a envolver o leitor nas diferentes atmosferas narrativas que constrói.”

O Prémio, instituído em 1991, pela Associação Portuguesa de Escritores com o patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, destina-se a distinguir uma obra em língua portuguesa de um autor português ou de país africano de expressão portuguesa, publicada em livro em 1.ª edição, no decurso do ano de 2015.

O valor do prémio é de 7.500 euros.

A data do acto formal de entrega será oportunamente anunciada.

Lisboa, 29 de Junho de 2016
A Direcção

Rua S. Domingos à Lapa, 17 | 1200-832 LISBOA ∙ PORTUGAL | Telefone +351 21 397 18 99 | Fax +351 21 397 23 41 e-mail: info@apescritores.pt | http://www.apescritores.pt

 

Read Full Post »

Convidado:
Gonçalo M. Tavares
, escritor português, nasceu em 1970.
Os seus livros deram origem, em diferentes países, a peças de teatro, peças radiofónicas, curtas-metragens e objectos de artes plásticas, vídeos de arte, ópera, performances, projectos de arquitectura, teses académicas, etc.

Em Portugal recebeu vários prémios entre os quais o Prémio José Saramago 2005 e o Prémio LER/Millennium BCP 2004, com o romance – “Jerusalém” (Caminho); o Grande Prémio de Conto da Associação Portuguesa de Escritores “Camilo Castelo Branco” com “água, cão, cavalo, cabeça” 2007 (Caminho). Prémio Branquinho da Fonseca/Fundação Calouste Gulbenkain com “O Senhor Valéry”, Prémio Revelação APE com “Investigações. Novalis” com “Uma Viagem à Índia”

Filme a exibir:

 


O Meu Tio
(Mon Oncle, 1958)
Título original: Mon Oncle
De: Jacques Tati
Com: Adrienne Servantie, Jacques Tati, Jean-Pierre Zola
Género: Comédia
Classificação: M/12
Outros dados: FRA/ITA, 1958, Cores, 110 min.
Sinopse: O senhor e a senhora Arpel têm uma casa moderna num quarteirão asséptico. Na casa deles é tudo novo: o jardim é novo, a casa é nova, os livros são novos. Neste universo tão confortável, tão clean, tão hich-tech, tão bem programado, o filho Gérard    aborrece-se de morte. É então que irrompe o irmão da senhora, o tio, o Sr. Hulot. Personagem inadaptada, habituada ao seu mundo caloroso, vai, para delírio do sobrinho, virar tudo de pernas para o ar.

Read Full Post »

hcorreia
Convidada: Hélia Correia

Nasceu em Lisboa. Licenciada em Filologia Românica, foi professora do ensino secundário. Poetisa e dramaturga, foi enquanto ficcionista que Hélia Correia se revelou como um dos nomes mais importantes e originais surgidos durante a década de oitenta, ao publicar, em 1981, O Separar das Águas. Seguiram-se romances como Montedemo, Casa Eterna, (Prémio Máxima de Literatura, 2000), Insânia, Bastardia, Lillias Fraser (Prémio de Ficção do PEN Clube 2001 e Prémio D. Dinis, 2002) e Adoecer, (Prémio da Fundação Inês de Castro, 2010).

Na Poesia, tem uma vasta colaboração em antologias e jornais e publicou obras como A Pequena Morte/Esse Eterno Canto (em díptico com Jaime Rocha) e Apodera-te de Mim. Recentemente editou o volume A Terceira Miséria.

A sua escrita para teatro tem privilegiado os clássicos gregos. Destaca-se Perdição, Exercício sobre Antígona, O Rancor, Exercício sobre Helena e Desmesura, Exercício com Medeia. Para a Infância, salienta-se os livros da colecção Mopsos o Pequeno Grego, Ouro de Delfos e A Coroa de Olímpia. Destaque também para as suas versões das obras de Shakespeare, Sonho de Uma Noite de Verão – Versão Infantil e A Ilha Encantada – Versão Infantil de A Tempestade. A sua obra mais recente intitula-se A Chegada de Twainy (infanto-juvenil), 2011.

Filme a exibir:

O Monte dos vendavais
Realização:
Peter Kosminsky
Interpretação: Juliette Binoche, Ralph Fiennes, Janet McTeer, Sophie Ward
Argumento: Anne Devlin (baseado na obra de Emily Brönte)
Classificação: M12
País: US/GB
Ano: 1992
Dur.: 102 min.
Sinopse: O conto intemporal de amor e paixão escrito por Emily Bronte ganha vida nesta comovente versão para cinema interpretada por Juliette Binoche e Ralph Fiennes. Filmado em exteriores naturais no Yorkshire, esta é a primeira versão para cinema a apresentar a história completa de Bronte de duas gerações das famílias Earnshaw e Linton, à medida que as suas vidas e os seus destinos se cruzam numa complexa teia, dominada pela relação passional entre os amantes amaldiçoados Heathcliff e Cathy. Fiennes oferece uma dinâmica interpretação como Heathcliff e Binoche é arrebatadora no duplo papel de Cathy Earnshaw e Catherine Linton, num filme que capta todo o poder do romance clássico.

Read Full Post »

“Camilo é uma figura tutelar na minha vida. Desde muito cedo que me habituei a vê-lo como um familiar, porque falava-se muito de Camilo lá em casa e ainda antes de conhecer a sua obra já o conhecia. Por isso, representa muito para mim estar associada a Camilo Castelo Branco e receber um prémio com o seu nome”, afirmou a escritora.

Read Full Post »

Hélia Correia é a vencedora do Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco 2014, com a obra “Vinte degraus e outros contos”, foi anunciado hoje, no gabinete de trabalho de Camilo, pelo Presidente da Associação Portuguesa de Escritores e Livreiros, Dr. José Manuel Mendes, pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Dr. Paulo Cunha e pelo Diretor da Casa de Camilo, Dr. José Manuel Oliveira.

prémio conto


O Grande Prémio de Conto “Camilo Castelo Branco”, instituído, em 1991, pela Associação Portuguesa de Escritores (APE) e patrocinado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão (C. M. Vila Nova de Famalicão), destina-se a galardoar anualmente uma obra em português, de autor português ou de país africano de expressão portuguesa.

 

 

Read Full Post »

Older Posts »