Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Mínima Ideia’

A empresa “Mínima Ideia” está a realizar para a RTP uma série de documentários intitulada “Casas com História”, através da qual se pretende dar a conhecer figuras, factos, personalidades e o riquíssimo acervo artístico, arquitectónico e cultural com eles relacionados; divulgar as histórias ligadas a cada um dos lugares seleccionados; fazer a biografia ilustrada das pessoas que neles viveram e deixaram marcas no país, quer através da sua obra, quer da influência desta no seu modus vivendi e nos objectos de inestimável valor artístico e cultural de que se faziam rodear no seu dia-a-dia.
De grande relevância é também o facto de
estas instituições serem hoje espaços vivos e com uma dinâmica própria, promovendo ateliers, preparando exposições temporárias e itinerantes, realizando encontros científicos, colóquios e conferências; lugares de debate e troca de ideias em torno das obras, dos protagonistas da cultura e da história do país; lugares que, para além do seu acervo, pretendem ser marcantes para quem os visita e servir de ex-libris aglutinador e dinamizador do ponto de vista sócio-cultural e artístico.
A produção dos 13 documentários passa pelo recurso à “voz off”, dando informações de diversa ordem orientadas para proporcionar ao espectador visitas intimistas e de afectos. Com as visitas guiadas a estes lugares de memória deseja-se, entre outros objectivos, contar histórias e curiosidades ligadas aos seus patronos e aos bens culturais em exposição, e tentar, sempre que possível, reproduzir o pulsar artístico, político e social dos respectivos tempos históricos.
As casas contempladas nesta série estão relacionadas com a seguintes personalidades:
– Almeida Moreira (Viseu);
– Anastácio Gonçalves (Lisboa);
– António Carneiro (Porto);
– Braancamp Freire (Santarém);
– Camilo Castelo Branco (V. N. de Famalicão);
– Carlos Relvas (Alpiarça e Golegã);
– Egas Moniz (Estarreja);
– Guerra Junqueiro (Porto)
– José Régio (Vila do Conde e Portalegre);
– Marta Ortigão Sampaio (Porto);
– Medeiros e Almeida (Lisboa);
– Teixeira Lopes (Nova de Gaia);
– e Teixeira de Pascoaes (Amarante).
Para a realização do documentário sobre Camilo Castelo Branco e sobre a moradia que é hoje a maior memória viva do drama camiliano, foram efectuadas filmagens na Casa de S. Miguel de Seide nos dias 13 e 14 de Maio.
Prevê-se que a estreia da série aconteça, no terceiro trimestre deste ano, na RTP2.

Anúncios

Read Full Post »