Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘morte’

«Dizem que a minha sepultura será aquecida pela glória. Que parvoiçadas aí se dizem!»
(In Quatro horas inocentes)

 

Read Full Post »

«O dia do repouso é o primeiro da morte (…) Ninguém repousa nesta vida…»
(In Livro de Consolação)

Read Full Post »

«Chega a morte! Vejo-a, sinto-a.

A luz dos olhos se apaga…

Vem, meu filho, abraça e beija

De teu filho a face fria.

Limpa-lhe o rosto orvalhado,

Não de pranto, que eu não choro,

Mas de suor da agonia.

Não me fujas, filho; imprime

Na tua alma esta imagem.

Daqui a pouco à voragem

Resvalou teu pobre pai.

Vem também, santa das dores,

Receber o extremo ai!

Não me vás levar flores

À sepultura, não vás.

Leva-me os filhos felizes,

Leva-os contigo e verás

Que me aquece a luz da vida

Na sepultura esquecida,

Onde enfim hei de ter paz!»

               Camilo Castelo Branco

Read Full Post »

30 agosto de 1884, morre Maria Isabel da Costa Macedo, esposa de Nuno Castelo Branco

Read Full Post »

Read Full Post »

(In A Pátria, 2-6-1890)

Read Full Post »

«Não há morte. O que há é metamorfose, transformação, mudança de feito.»
(In Coração, cabeça e estômago)

Read Full Post »

«A estupidez é mais valente que a morte.»
(In Maria Moisés)

Read Full Post »

«Duas maravilhas então ocorreram: nunca mais Leonor se lastimou da sua desgraça.
E se acontecia Maria ou Álvaro olharem-na com piedade, sorri ela, e dizia:
– O espírito é feliz; e as dores abrandaram muito, desde que metade do corpo morreu. Vejo-me meia morte, e não me aterro.
A outra maravilha foi o remoçar-se-lhe o rosto, até à formosura que ela naturalmente conservaria, com vida quieta e bonançosa, nos seus vinte e nove anos…»
(In O Romance dum homem rico)

Read Full Post »

https://www.youtube.com/watch?v=A5hNQsBpBvk

 

 

 

 

Read Full Post »

Older Posts »