Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘mulher’

«A mulher é um abismo, diz o santo abade Ruperto; e quem não for mais santo que eu, há-de crer que a mulher é, pelo menos, três abismos.»
(In A doida do Candal)

Read Full Post »

«Todos os casamentos são felizes quando entre marido e mulher se dá uma perfeita harmonia de vontades.»
(In A neta do arcediago)

Read Full Post »

«…verdadeira amiga estou em crer que só pode sê-lo a mulher que é mãe…»
(In A Enjeitada)

Read Full Post »


«A mulher pode tudo, com um pé sobre a dignidade, e outro sobre o coração.»
(In Memórias de Guilherme do Amaral)

Read Full Post »

«A mulher de que se foge é a mulher que se procura.»
(In Um homem de brios)

Read Full Post »

«Quem melhor do que Camilo conheceu as mulheres e a sua psicologia e sentiu o travo das lágrimas?!
Quem, portanto, com mais exacto conhecimento de causa do que o autor do “Amor de perdição”, poderia escrever acerca das mulheres, das lágrimas, do amor e do coração?»

Nuno Catharino Cardoso

Read Full Post »

Ciclo de Conferências

ESTÓRIAS DO MINHO

Narrativas no Feminino de uma geografia identitária

A MULHER NO MINHO OITOCENTISTA

O caso de Ana Augusta Plácido

Programa

20 de novembro de 2021 – 16h00

São Miguel de Seide – Auditório do Centro de Estudos Camilianos

16h00 – Sessão de abertura

Em representação do Consórcio Minho Inovação:
Marta Coutada – Secretária Intermunicipal da CIM do Ave

Bruno Caldas – Primeiro Secretário da CIM do Alto Minho

Rafael Amorim – Primeiro Secretário da CIM do Cávado

José Manuel de Oliveira – Diretor da Casa de Camilo e do Centro de Estudos Camilianos

Pedro Oliveira – Vereador da Cultura da Câmara Municipal de V. N. de Famalicão

16h10 – Momento musical

Romance – Arthur Napoleon

Piano – Rui Mesquita

Mazurka – E. A. Vianna

Piano – Rui Mesquita

Dança – Diana Leal

16h20 – Conferência

As mulheres na família e na sociedade do século XIX
Irene Maria de Montezuma de Carvalho Mendes Vaquinhas – Doutorada em História e Professora Catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Investigadora Integrada do Centro de História da Sociedade e da Cultura.

16h50 – Momento teatral

Ana Plácido em São Miguel de Seide
Texto de A.M. Pires Cabral

interpretado pela atriz Ana Paula Borges Pinto

17h00 – Mesa Redonda

Irene Maria de Montezuma de Carvalho Mendes Vaquinhas – Doutorada em História e Professora Catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Investigadora Integrada do Centro de História da Sociedade e da Cultura.

Luciene Pavanelo – Professora de Literatura Portuguesa da Universidade Estadual Paulista (UNESP), no Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas do Campus de São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil.

João Paulo Braga – Docente e Investigador do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos da Universidade Católica Portuguesa.

José Manuel de Oliveira (Moderação) – Diretor da Casa de Camilo e do Centro de Estudos Camilianos. Investigador do CITCEM da Faculdade de Letras do Porto.

17h30 – Momento musical

Ó fonte que estais chorando – Francisco Lacerda

Piano – Rui Mesquita

Voz – Maria Gil

Valsa Rosa

Piano – Rui Mesquita

Violino – Mariana Domingues

 
17h45 – Sessão de Encerramento
Pedro Oliveira – Vereador da Cultura da Câmara Municipal de V. N. de Famalicão

Read Full Post »

«-O homem dá-lhe ataque apoplético! – disse Atanásio a Pantaleão.
– Asno será ele se lhe der algum ataque! – observou Joaquim António, empregando a gramática e a filosofia do seu uso.
– Qual ataque nem qual diabo! – corroborou Pantaleão Mendes. – Um homem é um homem, sabe você, amigo Atanásio? E mulheres não faltam, física e moralmente falando.
Haja dinheiro e saúde: o mais, regalório!»
(In Os brilhantes do brasileiro)

Read Full Post »

«A mulher de que se foge é a mulher que se procura.»
(In Um homem de brios)

Read Full Post »

«Mulheres que matem corações generosos há muitas para cada homem. Mulher que salve há uma só.»
(In Anos de prosa)

Read Full Post »

Older Posts »