Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘O Sangue’

«O trabalho é a compensação da pobreza.»
(In O Sangue)

 

Anúncios

Read Full Post »

«- Que ouviste dizer de mim?…
– Franqueza! Tu não te ofendes, nem eu sei se é louvor, se ofensa a censura: ouvi dizer que fazias dez livros originais de uma ideia sem originalidade nenhuma. Isto é verdade?
– Parece-me que sim… Eu tenho calculado que a Providência me concedeu dez ideias: foi pródiga comigo.»

(In O Sangue)

 

Read Full Post »

No Teatro S. João cai uma perna de carneiro do camorote!

«Nicolau fez uma grave mesura, estendeu o braço para dentro com o lenço pendurado e respondeu solenemente:
– Foi deste camarote, sem dúvida, que uma das senhoras deixou cair a parte respectiva do bode?
– Do bode?! – perguntou o chefe dos canibais, forçando com um arranco interior a descida do bocado que lhe entupia os gorgomilos.
– Do bode – tornou Nicolau – se vossa senhoria quer que seja bode, carneiro, porco-espinho ou como é que deva chamar-se o animal comido e ex-proprietário desta pá.»
(In O Sangue)

 

Read Full Post »

«Quando o coração se desentranha em gritos, está perdido um homem.»
(In O sangue)

Read Full Post »

«Os assassinos da honra não costumam arriscar senão palavras.»
(In O Sangue)

 

Read Full Post »

 

«Onde ninguém vê nada, estão ladeiras de muitos abismos»
(In O Sangue)

 

Read Full Post »

«- Era o que as núpcias demonstravam, como diz a lei romana. Era Inocêncio. O sangue de Pedro vinha a ser o dinheiro de Inocêncio. Lá está o axioma que diz: O dinheiro é sangue. Um filho só pode ser filho de quem é seu pai, quando não herda oitenta contos de outro que foi casado com sua mãe.»
(In O Sangue)

Read Full Post »

Older Posts »