Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Porto’

«No Porto celebram-se de tal maneira as festanças ruidosas pelo natalício do mansíssimo Jesus, que parece, naqueles estrondos de raiva e de algazarra, estar-se comemorando com dissonâncias de réprobos, não o nascimento de Jesus, mas sim o nascimento do Diabo. Ó Cristo civilizador! Envia um raio sereno e luminoso da tua graça àqueles garotos, visto que a polícia não se importa.»
(In Ecos Humorísticos do Minho)

 

Read Full Post »

«Foi há vinte anos. Barbosa e Silva e ele eram alunos do colégio da Formiga, nos arrabaldes do Porto. Barbosa estudava alemão. O outro, nada.»

(In A Mulher fatal)

 

Read Full Post »

Era em uma noite, vinte e oito de junho de 1845, véspera do milagroso apóstolo S: Pedro.
Sabeis como, nesta religiosíssima cidade do Porto, se festejam todos os santos da corte celestial, e particularmente Santo António, S. João e S. Pedro.
(In Onde está a felicidade)

 

 

Read Full Post »


«É provinciano o Sr. Marcos Leite: dê-se-lhe este nome. Visita o Porto duas vezes cada ano, uma no Carnaval, outra na estação do teatro italiano.»
(In O que fazem mulheres)

 

Read Full Post »

“Caminhar pelo lado mais negro da cidade…”

Revista: EVASÕES

Read Full Post »

«Tomás vem para uma praia muito vizinha do Porto – a Granja. Por lá irei e ele por cá virá.»
(In Correspondência)

 

Read Full Post »

«O Douro passa em baixo silencioso e triste, coleando-se no leito fragoso, em que a mão omnipotente do homem abriu dois caminhos marginais, que vão, na orla direita, encontrar o sombrio palácio do Freixo com as suas quatro torres…»
(In O Porto e a Carta, 12-4-1855)

 

Read Full Post »

Older Posts »