Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘RTP2’

(Sala de visitas da Casa de Camilo – Foto de Fernando Guerra)

Estreia no próximo Sábado, dia 23 de Janeiro, às 19h00, na RTP2, o Programa “Casas com História”, produzido pela Mínima Ideia, o qual proporcionará uma visita por 13 residências de personalidades da vida e da cultura portuguesas que, segundo a Direcção de Programas da RTP, merecem ser conhecidas pelo grande público.
Falar-se-á de figuras como Camilo Castelo Branco ou Teixeira de Pascoaes ou José Régio através dos espaços onde viveram e criaram, dos seus objectos, das suas rotinas domésticas. É a memória de escritores, pintores, escultores, políticos, médicos, empresários e mecenas das artes em Portugal fixada naquelas que foram as suas casas, museus muito especiais, lugares de valor patrimonial inestimável que revelam ricos e exclusivos acervos, e que contam histórias que fizeram a história do país.
A ordem de exibição dos documentários é a seguinte:
1 – Casa de Camilo Castelo Branco – 23 de Janeiro
2 –  Casa-Museu Marta Ortigão Sampaio – 30 de Janeiro 
3 – Casa-Museu Egas Moniz – 6 de Fevereiro
4 – Casa-Museu José Régio – 13 de Fevereiro
5 – Casa-Museu Teixeira Lopes – 20 de Fevereiro
6 – Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire  – 27 de Fevereiro
7 – Casa-Museu Guerra Junqueiro – 06 de Março
8– Casa dos Patudos – 13 de Março
9 – Casa-Museu Almeida Moreira – 20 de Março
10 – Casa Teixeira de Pascoaes – 27 de Março
11 – Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves – 03 de Abril
12 – Casa-Museu Fundação Medeiros e Almeida – 10 de Abril
13 – Casa-Estúdio Carlos Relvas – 17 de Abril

(Os documentários serão emitidos aos Sábados, pelas 19h00, na RTP2)

Anúncios

Read Full Post »

A empresa “Mínima Ideia” está a realizar para a RTP uma série de documentários intitulada “Casas com História”, através da qual se pretende dar a conhecer figuras, factos, personalidades e o riquíssimo acervo artístico, arquitectónico e cultural com eles relacionados; divulgar as histórias ligadas a cada um dos lugares seleccionados; fazer a biografia ilustrada das pessoas que neles viveram e deixaram marcas no país, quer através da sua obra, quer da influência desta no seu modus vivendi e nos objectos de inestimável valor artístico e cultural de que se faziam rodear no seu dia-a-dia.
De grande relevância é também o facto de
estas instituições serem hoje espaços vivos e com uma dinâmica própria, promovendo ateliers, preparando exposições temporárias e itinerantes, realizando encontros científicos, colóquios e conferências; lugares de debate e troca de ideias em torno das obras, dos protagonistas da cultura e da história do país; lugares que, para além do seu acervo, pretendem ser marcantes para quem os visita e servir de ex-libris aglutinador e dinamizador do ponto de vista sócio-cultural e artístico.
A produção dos 13 documentários passa pelo recurso à “voz off”, dando informações de diversa ordem orientadas para proporcionar ao espectador visitas intimistas e de afectos. Com as visitas guiadas a estes lugares de memória deseja-se, entre outros objectivos, contar histórias e curiosidades ligadas aos seus patronos e aos bens culturais em exposição, e tentar, sempre que possível, reproduzir o pulsar artístico, político e social dos respectivos tempos históricos.
As casas contempladas nesta série estão relacionadas com a seguintes personalidades:
– Almeida Moreira (Viseu);
– Anastácio Gonçalves (Lisboa);
– António Carneiro (Porto);
– Braancamp Freire (Santarém);
– Camilo Castelo Branco (V. N. de Famalicão);
– Carlos Relvas (Alpiarça e Golegã);
– Egas Moniz (Estarreja);
– Guerra Junqueiro (Porto)
– José Régio (Vila do Conde e Portalegre);
– Marta Ortigão Sampaio (Porto);
– Medeiros e Almeida (Lisboa);
– Teixeira Lopes (Nova de Gaia);
– e Teixeira de Pascoaes (Amarante).
Para a realização do documentário sobre Camilo Castelo Branco e sobre a moradia que é hoje a maior memória viva do drama camiliano, foram efectuadas filmagens na Casa de S. Miguel de Seide nos dias 13 e 14 de Maio.
Prevê-se que a estreia da série aconteça, no terceiro trimestre deste ano, na RTP2.

Read Full Post »

O episódio da série documental “Grandes Livros” relativo à obra “Amor de Perdição“, de Camilo Castelo Branco, estreia na RTP2 na próxima 6.ª Feira, dia 24 de Abril, às 21h15.
A produção deste documentário sobre o popular romance do romancista de Seide insere-se num projecto de divulgação da Literatura Portuguesa intitulado “Grandes Livros”, o qual contempla um conjunto de 12 documentários, com 50 minutos cada, narrados pelo actor Diogo Infante, sobre as obras: “Os Maias”, de Eça de Queiroz; “O Delfim”, de José Cardoso Pires; “Os Lusíadas”, de Luís de Camões; “Amor de Perdição”, de Camilo Castelo Branco; “Navegações”, de Sophia de Mello Breyner; “Peregrinação”, de Fernão Mendes Pinto; “Sermão de Santo António aos Peixes”, de Padre António Vieira; “Aparição”, de Vergílio Ferreira; “Livro do Desassossego”, de Fernando Pessoa; “Sinais de Fogo”, de Jorge de Sena; “Viagens na Minha Terra”, de Almeida Garrett; e “Mau Tempo no Canal”, de Vitorino Nemésio.
A série está a ser emitida na RTP2, RTP Internacional, RTP Notícias e RTP, e tem uma estratégia de promoção cross media (You Tube, micro-site RTP, redes sociais) e edição em DVD.
Visa contribuir para a promoção da leitura das grandes obras da Literatura Portuguesa junto de todas as faixas etárias que se expressem em português, e cada episódio contará com a participação de conhecedores da vida e da obra do autor em análise.

Read Full Post »

A empresa “Companhia de Ideias” realizou filmagens, no dia de ontem, na Casa de Camilo – Museu, para a elaboração de um documentário sobre a obra “Amor de Perdição”, de Camilo Castelo Branco.
A produção do documentário insere-se num projecto de divulgação da Literatura Portuguesa intitulado “Grandes Livros” e envolve uma série de 12 documentários, com 50 minutos cada, narrados pelo actor Diogo Infante.
A série será emitida na RTP2, RTP Internacional, RTP Notícias e RTP África a partir do 1.º trimestre de 2009, e terá uma estratégia de promoção cross media (You Tube, micro-site RTP, redes sociais) e edição em DVD.
Visa contribuir para a promoção da leitura das grandes obras da Literatura Portuguesa junto de todas as faixas etárias que se expressem em português, e cada episódio contará com a participação de conhecedores da vida e da obra do autor em análise.
“Grandes Livros” é assumidamente inspirada na série homónima “Great Books”, produzida pela Discovery Networks em parceria com o Center for the Book in the Library of Congress e emitida em vários canais Discovery e no The Learning Channel desde 1994.
O conceito “Grandes Livros” assenta na análise da obra mais emblemática de um escritor português bem como de aspectos relacionados com a sua vida ou o seu tempo histórico.
A selecção obedece ao seguinte critério: um livro por autor; autores portugueses falecidos; obras passíveis de serem abordadas em TV e apelarem a um grande número de público.
As obras a integrar a 1.ª Série são:
Os Lusíadas (Luis de Camões);
Sermão de Santo António aos Peixes (Pe. António Vieira);
Viagens na Minha Terra (Almeida Garrett);
Livro do Desassossego (Fernando Pessoa);
Amor de Perdição (Camilo Castelo Branco);
Os Maias (Eça de Queirós);
O Delfim (José Cardoso Pires);
Aparição (Vergílio Ferreira);
Histórias da Terra e do Mar (Sophia de Mello Breyner Andresen);
Sinais de Fogo (Jorge de Sena);
Mau Tempo no Canal (Vitorino Nemésio);
Peregrinação (Fernão Mendes Pinto).
Casa de Camilo

Read Full Post »