Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Vila Nova de Famalicão’

«O regedor entrou em Vila Nova de Famalicão na onda de alguns milhares de homens e rapazes que davam vivas a D. Miguel, às leis novas, à santa religião e morras aos Cabralistas.
(In A Brasileira de Prazins)

Anúncios

Read Full Post »

Associando-se às Festas da Cidade, a Casa de Camilo promove uma Caminhada Camiliana entre a Praceta Cupertino de Miranda de Vila Nova de Famalicão e a Casa de Camilo, proporcionando aos participantes algumas surpresas agradáveis durante o trajeto.

Programa:

09h30 – XIV Caminhada Camiliana – de Famalicão a Seide S. Miguel
Concentração: Praceta Cupertino de Miranda

Percurso: Praceta Cupertino de Miranda, Rua Vasconcelos e Castro, atravessa a Av.ª Gen. Humberto Delgado, Av.ª Francisco Sá Carneiro, Parque da Devesa (até ao portão do lado nascente), Rua de Santiago, R. Horácio, R. Portela, Rua da Murgeira, Rua Nossa Senhora de Fátima, Rua Dr. Francisco Alves (Paragem na Quinta d’A Casa ao Lado – n.º 1058), Rua Carlos Alves, Rua Ribeira e Forno, Rua Padre António do Xisto, Rua da Agrinha Rua Joaquim Araújo Alves, EM 573; Av.ª S. Miguel e Casa de Camilo – Centro de Estudos.

Colaboração cénica: GRUTACA, Grupo de Teatro Amador Camiliano; GRUCAMO, Grupo Caminheiros de Montanha; ACV, Associação Cultural de Vermoim; Fraternidade Nun’Alvares de Avidos; GRECULEME, Grupo Recreativo e Cultural de Lemenhe e Projeto Amarcultura; Outros …

Colaboração musical: Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense, Grupo de Zés Preiras

Organização: Município de Vila Nova de Famalicão

Apoio: Casa de Camilo, Junta de União de Freguesias de Seide, Carnes Primor e Vieira de Castro – Produtos Alimentares SA

 

 

Read Full Post »

Eis o resultado! Um livro de contos elaborado por jovens escritores do ensino básico, de Vila Nova de Famalicão. O ateliê de Escrita Criativa é uma atividade da Casa de Camilo e teve como orientador o escritor Pedro Chagas Freitas.
Um êxito a repetir!

 

 

 

Read Full Post »

Hélia Correia é a vencedora do Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco 2014, com a obra “Vinte degraus e outros contos”, foi anunciado hoje, no gabinete de trabalho de Camilo, pelo Presidente da Associação Portuguesa de Escritores e Livreiros, Dr. José Manuel Mendes, pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Dr. Paulo Cunha e pelo Diretor da Casa de Camilo, Dr. José Manuel Oliveira.

prémio conto


O Grande Prémio de Conto “Camilo Castelo Branco”, instituído, em 1991, pela Associação Portuguesa de Escritores (APE) e patrocinado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão (C. M. Vila Nova de Famalicão), destina-se a galardoar anualmente uma obra em português, de autor português ou de país africano de expressão portuguesa.

 

 

Read Full Post »

Para assinalar o 150.º aniversário da publicação do romance e da fixação da residência do escritor neste concelho, vai a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, através da Casa de Camilo e do Centro de Estudos Camilianos, realizar os 1.os Encontros Camilianos de São Miguel de Seide.

Camilo Castelo Branco veio instalar-se na casa de São Miguel de Seide no inverno de 1863, concluindo em fevereiro do ano seguinte a obra “Amor de Salvação”, a primeira que redigiu nesta localidade.

Read Full Post »


Convidado:
Armindo Costa é Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão desde 2001, concluindo agora o seu terceiro e último mandato à frente da autarquia famalicense. Licenciado em Arquitetura, Armindo Costa é também um reconhecido empresário de sucesso da indústria do calçado.

Filme a exibir:


“Os Canhões de Navarone”

Realização: J. Lee Thompson
Género: Guerra/Drama
Duração: 158 m.
Sinopse:
“Os Canhões de Navarone”, a ação do filme decorre durante a Segunda Guerra Mundial e mostra os esforços de um comando aliado para destruir um forte alemão que ameaçava as suas operações navais.

Read Full Post »

Camilo tomara o comboio n.º 4, descendente, em Vila Nova de Famalicão, com destino ao Porto. O comboio em que viajava descarrilou entre as estações de São Romão e Ermesinde. Eram 4 horas e 50 minutos. Camilo ficou ferido na cabeça e perna direita. Ele para sair da situação crítica em que se encontrava e quando a asfixia era quase completa, rompeu a portinhola que lhe servia de tecto e consegui desta forma libertar-se.
«…Estou sofrendo mais dos nervos que das feridas…»
(In Boletim da Casa de Camilo)

Read Full Post »

Older Posts »