Feeds:
Artigos
Comentários

«Muitos dos seus livros são escritos de improviso. São produto de intuição – a flor do génio. A sua obra, como a sua vida, é intensa, desordenada, grande, desigual, alegre e trágica.»

Antero de Figueiredo

Pensamento da semana

«O puro e duradouro contentamento custa a merecer, e leva tempo.»
(In Estrelas propícias)

27 de novembro de 1862

Camilo está em Braga, internado numa casa de saúde.

Pensamento da semana

«O prémio é quase sempre tardio ao verdadeiro merecimento.»
(In Teatro)

A iniciativa tem como objetivos principais fomentar o gosto pela leitura dos textos de Camilo Castelo Branco e proporcionar a partilha de abordagens e de interpretações da prosa do romancista de São Miguel de Seide.

«Os tesouros do príncipe turco
– Não tens uma história de feitiços que me contes? – disse eu ao meu amigo.
– De feitiços não me lembra história nenhuma: porém no género mágico, posso contar-te o que sucedeu a meu tio João Manuel com o livro de S. Cipriano. Tu sabes que nunca houve Cipriano nenhum que escrevesse tal livro…»
(In Vinte horas de liteira)

Download do PDF “Os tesouros do príncipe turco”
http://www.camilocastelobranco.org/doc.php?co=89
Formador: Sérgio Guimarães de Sousa
A sessão realizar-se-á na plataforma Zoom
Inscrição para o endereço eletrónico: geral@camilocastelobranco.org

Pensamento da semana

«O tempo malbaratado chora-se na vizinhança da sepultura.»
(In A filha do doutor negro)

Espírito e graça

«O contentamento é uma boa iguaria; mas vejam sempre se me guisam o contentamento com umas batatas e umas fatias de presunto. Vocês comem o contentamento e eu o resto.»
(In O bem e o mal)

Pensamento da semana

«Os bons ignoram as amarguras da maldade.»
(In Como Deus castiga)

Castelo de Vermoim

«Emparceirado, pois, com o padre barrosão, lançaram suas medidas, depois de reiteradas conferências, e decidiram que um dos enormes tesouros mouriscos, indicados por S. Cipriano, estava no entulho do arrasado castelo de Vermoim.
Vermoim é um altíssimo acervo de fragas, sobranceiras à freguesia do mesmo nome, uma légua distante de Famalicão, à esquerda da estrada de Guimarães.»
(In Vinte horas de liteira)

Imagem: Famalicão ID

Pensamento da semana

«Entrega ao tempo o que não podemos conseguir com irritações.»
(In Livro de consolação)