Feeds:
Artigos
Comentários

Pensamento da semana

«Entre o homem e a vingança interpõe-se o tempo.»
(In Anátema)

Amor


«É o primeiro amor uma estranha comoção vagamente deliciosa, uma prelibação de delícias celestiais, um sentir muito à flor de alma a essência do amor divino.»
(In A Mulher fatal)

 

Pensamento da semana

«O amor é como o sol, que decerto não brilhará neste recinto, se eu não abrir as janelas.»
(In A Infanta capelista)

 

2015-07-17-10-31-54

2015-07-17-10-46-23 2015-07-17-10-58-28

Peça adaptada da obra “Amor de Perdição”, de Camilo Castelo Branco, tendo como suporte a gravação do teatro radiofónico produzido pela Emissora Nacional, em 1953, e a manipulação de figuras em recorte de papel.

Uma colaboração da Rádio e Televisão de Portugal, encenada pela Companhia de Teatro Mandrágora e apresentada ao público pela equipa do Serviço Educativo da Casa de Camilo.

 

 


A iniciativa tem como objetivos principais fomentar o gosto pela leitura dos textos de Camilo Castelo Branco e proporcionar a partilha de abordagens e de interpretações da prosa do romancista de São Miguel de Seide.

Para cada sessão é sugerida a leitura prévia de um texto de Camilo, o qual é cedido gratuitamente pela Casa de Camilo, desde que solicitado para o endereço eletrónico geral@camilocastelobarnco.org

Pensamento da semana

«A cegueira do coração não deixa ver senão o que a ciência infere e a mão apalpa.»
(In A Bruxa de Monte Córdova)

Pensamento da semana

«As maroteias são como os tremoços: quem come um come um cento. Se você fez a primeira, é regularmente lógico que faça dez a fio.»
(In A Caveira da Mártir)